Lua Minguante salva, literalmente, Morretes de uma catástrofe com enchente

Pedro Ribeiro


 

Prefeito Brindarolli Junior decreta estado de emergência e pede ajuda do Governo do Estado

Graças aos efeitos da Lua Minguante que não fizeram a maré subir, deste domingo, a cidade de Morretes não sofreu um desastre ainda maior em decorrência das fortes chuvas que caíram na Serra do Mar e no município, alagando os rios e riachos que alimentam o rio Nhundiaquara que corta a cidade e desagua na Baia de Antonina.

Mas os prejuízos foram grandes, com parte da cidade histórica afetada pelo nível do rio que subiu perto de cinco metros e principalmente a área rural com perda da produção agrícola. A localidade chamada de América de Cima e América de baixo está isolada. Só passam pela estrada que leva aos dois bairros, caminhões de veículos altos.

Na cidade, três famílias estão alojadas em prédios públicos e outras 30 foram acolhidas por parentes. O prefeito Brindarolli Junior decretou “estado de calamidade pública” e lamentou os prejuízos causados pelo temporal. Nesta segunda-feira, pela manhã, mesmo ainda com chuva, o rio Nhundiaquara começou a baixar.

 

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="800642" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]