Lula e seu irmão Chico recebiam mesada da Odebrecht

Pedro Ribeiro

lula luiz inácio lula da silva odebrecht mywebday drousys sistema propina perícia pf foto ricardo stuckert

 

Lula, que aparentemente estava silencioso em sua cela na Polícia Federal, no Paraná, depois do susto “Tremembé”, volta aos noticiários. A  FORÇA-TAREFA DA Operação Lava Jato, em São Paulo, acaba de denunciar o ex-presidente e seu irmão, Frei Chico,  por corrupção passiva e continuada. O irmão do ex-presidente recebeu R$ 1,1 milhão como espécie de “mesada” da Odebrecht entre os anos de 2003 e 2015. , segundo a Lava Jato. Emilio Odebrecht e Marcelo Odebrecht, além do executivo da empresa, Alexandrino Alencar., também foram denunciados. No caso dos executivos, a denúncia é por corrupção ativa.

A “mesada” que o irmão do ex-presidente recebeu variou de R$ 3 mil a R$ 5 mil e, segundo os investigadores, era parte de um “pacote” de vantagens indevidas oferecidas a Lula, em troca de benefícios diversos obtidos pela empreiteira junto ao governo federal.

Segundo a Procuradoria Geral da República, a empresa vinha encontrando problemas com sindicatos nos anos 90 e a aproximação com o irmão de Lula foi providencial. “O então presidente da companhia, Emilio Odebrecht, buscou uma aproximação com Lula, e este sugeriu, então,que contratasse Frei Chico como consultor para intermediar um diálogo entre a Odebrecht e os trabalhadores”, informa a denúncia..

 

 

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.