Maia deverá engavetar projeto de Alvaro Dias que limita juros bancários

Pedro Ribeiro

Rodrigo Maia - Carlos Bolsonaro

os

O projeto do senador Alvaro Dias (Podemos) que limita os juros do cartão de crédito em até 30% ao ano, aprovado pelo Senado, não ganhou a simpatia do presidente da Câmara, Rodrigo Maia que provavelmente vai engavetá-lo.

Para Maia, uma intervenção do Congresso nesse sentido pode provocar efeito colateral em outras linhas, encarecendo e limitando o crédito para os consumidores. Na visão do presidente da Câmara, os bancos precisam encontrar de maneira rápida “soluções” para produtos tão “nocivos” aos clientes.

“Os bancos têm que criar novos produtos no lugar do cartão de crédito e do cheque especial. Não dá mais para a sociedade pagar essas taxas de juros. Mas as soluções não são de intervenção no mercado financeiro. As soluções têm que vir dos próprios bancos, que precisam entender que vão abrir mão de uma receita.

Da mesma forma que a sociedade não aceita mais pagar impostos, ela não aceita mais pagar os juros do cheque especial e do cartão de crédito”, disse Maia ao Estadão, ressaltando que o projeto é daqueles que “tem cara boa, mas gera muitos problemas”.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal