Sintonia Fina
Compartilhar

Maioria dos gestores públicos paranaenses não tem má-fé, observa presidente do TCE

 Para o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Fábio Camargo, a maioria dos prefeitos..

Pedro Ribeiro - 12 de janeiro de 2022, 10:01

 

ANÚNCIO

Para o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Fábio Camargo, a maioria dos prefeitos, bem como dos legisladores municipais do Paraná, é bem-intencionada. Sua conclusão parte de análises dos processos de prestação de contas que são feitos anualmente pela instituição.

Segundo ele, as pesquisas mostram que mais de 80% dos problemas registrados nos processos decorrem de erros formais, sem má-fé, o que fez inclusive com que a Escola de Gestão Pública do TCE-PR ampliasse ainda mais sua função de orientar os entes públicos através de cursos e palestras que, somente no ano passado, atingiram mais de 200 mil pessoas.

Camargo destaca que as inovações que foram adotadas pelo Tribunal ao longo de seu primeiro ano de gestão servirão também para orientar e dar ainda mais segurança para os gestores municipais.

ANÚNCIO

Dentre elas se destaca o projeto de monitoramento de obras públicas por meio de satélites, formalizado em acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, através do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

O projeto foi recentemente apontado pelo presidente da Associação dos Tribunais de Contas do Brasil (TCE-RS), conselheiro Cézar Miola (TCE-RS), em artigo publicado no jornal Zero Hora, como exemplo da utilização de ciência de dados e inteligência artificial no controle das contas públicas.