Mais 1.500 casas populares

Pedro Ribeiro

 

O governador Carlos Massa Ratinho Junior, o secretário Ney Leprevost e o presidente da Cohapar, Jorge Lange, confirmaram nesta quarta-feira (09/10) mais 1.494 novas casas populares para moradores de 33 municípios paranaenses. São imóveis financiados, casas repassadas gratuitamente a famílias de baixa renda e condomínios para pessoas idosas. O investimento é de R$ 118 milhões, com recursos do Tesouro Estadual, por meio do programa Habita Paraná, e de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) administrados pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf).

Deste montante, a Sejuf participa com a construção de 618 unidades habitacionais em 15 municípios, com aplicação de R$ 50,7 milhões. “O Paraná está em um bom momento. Enxugamos a máquina, economizamos com contratos e somos um dos estados mais competitivos do Brasil, o que nos permite investir em ações para a melhoria da qualidade de vida da população, como a construção das casas”, disse o governador Ratinho Junior, reafirmando sua disposição em promover ações para a pessoa idosa. “Uma parcela das casas será adaptada arquitetonicamente e construídas em sistema de condomínios para receber idosos que não tem renda para assumir financiamento bancário”, disse o governador.

O secretário Ney Leprevost disse que tem trabalhado para atender a população mais vulnerável do estado. “Estamos com o olhar voltado para os que mais precisam da intervenção do poder público. As casas vão atender pessoas em situação de vulnerabilidade social já cadastradas e beneficiadas por ações sociais do Governo do Paraná”, explicou o secretário, lembrando que atualmente estas famílias residem em áreas de risco e condições precárias. “O financiamento é numa parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e os imóveis serão repassados sem custo para os beneficiários”, afirmou Leprevost.

Municípios – As novas 618 casas populares construídas pela Sejuf com investimento do BID vão contribuir com a redução das vulnerabilidades sociais e o enfrentamento à extrema pobreza nos municípios de Prudentópolis, Wenceslau Braz, Imbituva, Coronel Vivida, Itapejara do Oeste, Manfrinópolis, Mangueirinha, Marmeleiro, Salgado Filho, Francisco Alves, Mariluz, Xambrê, Barbosa Ferraz, Corumbataí do Sul e Quinta do Sol.

Para José Roberto Furlan, prefeito de Jardim Alegre, é imensa a alegria em poder ajudar famílias carentes. “Agradecemos ao Governo do Estado pela parceria que vai beneficiar 41 famílias e, numa segunda etapa, mais 71 casas serão entregues no nosso município”, disse.

Investimento total – Esta etapa faz parte do projeto de Requalificação Urbana que conta com um investimento global de R$ 122,4 milhões que a Sejuf está fazendo para a construção de 1.643 casas em 46 municípios – em alguns, as obras já estão avançadas e as residências devem ser entregues em breve. É o caso de Teixeira Soares, Rebouças e Prudentópolis, que tiveram as obras inspecionadas este mês por agentes do BID e da Sejuf. “Em breve estaremos fazendo as primeiras entregas para as famílias”, finaliza Leprevost.

 

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.