Maringá tem dois periódicos científicos entre os 25 mais importantes do mundo

Pedro Ribeiro


Dental Press Journal of Orthodontics é a 10ª revista mais importante de Ortodontia do
mundo, segundo CiteScore da base indexadora Scopus

Em um cenário mundial onde a ciência é cada vez mais demandada e as pessoas precisam
recorrer a fontes qualificadas de informação, Maringá é destaque mundial. A DPJO (Dental
Press Journal of Orthodontics), periódico da Editora Dental Press International – sediada em
Maringá (PR) -, foi considerada a 10ª revista mais importante do mundo na área de
Ortodontia. O periódico figura ainda entre os 100 mais importantes da odontologia, sendo o
único do mundo dedicado a uma única especialidade.

O ranking é organizado pela Scopus – um banco de dados de resumos e citações de artigos
para jornais e revistas acadêmicos que abrange mais de 19,5 mil títulos, de mais de 5 mil
editoras, incluindo a cobertura de 16,5 mil revistas científicas e técnicas. Os parâmetros do
ranking levam em consideração uma série de critérios técnicos e de relevância dos
periódicos na comunidade científica a partir de citações e referenciais teóricos.

“No Brasil, grande parte dos grandes periódicos é subsidiada pelo Estado. Somos uma
empresa que publica ciência de qualidade e garantimos ao Estado o bônus através do
pagamento de impostos”, disse o CEO da Dental Press, Dr. Bruno Furquim.

Publicada desde 1996, a revista tem em seu corpo editorial importantes cientistas e
pesquisadores da área e recebe, a cada edição, artigos submetidos por profissionais do
mundo todo. Atualmente, a DPJO tem como editora-chefe a Profª. Drª. Flávia Artese, que é
docente da UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) e profissional diplomada pelo
BBO (Board Brasileiro de Ortodontia).

Ao longo de 25 anos de história, foram 144 edições, com mais de 1 mil artigos revisados e
publicados, que ajudaram a aprimorar parâmetros científicos em nível mundial. As
publicações científicas da Dental Press seguem os parâmetros do ICMJE (International
Committee of Medical Journal Editors), garantindo rigor e imparcialidade científica na
revisão de trabalhos.

“Esta é uma conquista que se estende a toda comunidade acadêmica paranaense. O
investimento em Ciência é um importante pilar para a geração de emprego e renda. No
nosso caso, contribuímos para o desenvolvimento do país sem onera-lo”, ressaltou Furquim
A editora tem, ainda, uma outra publicação entre as 25 mais importantes na área de
Ortodontia: a A Dental Press Clinical Orthodontics – destinada à apresentação de casos
clínicos e artigos em geral. O periódico tem como editor-chefe o Prof. Dr. Marcio Almeida,
referência na área, docente da Unopar. Ele é autor de importantes artigos científicos e livros
na área de ortodontia.

Ambas as revistas são publicadas nos idiomas de portugues e inglês e celebram
submissões de artigos oriundos do mundo todo. A DPJO, inclusive, é uma revista Open
Access, ou seja, apesar de receber recursos de seus assinantes ela tem acesso livre em
inglês para pesquisadores do mundo todo a partir da plataforma Scopus.

Dental Press
A editora Dental Press tem, além dos dois periódicos de ortodontia, outras três revistas nas
áreas de Endodontia, Dentística e Cirurgia Buco-maxilo-facial. Todas as revistas são
indexadas em bancos de dados indexadores ou publicações oficiais de entidades de classe.
A editora, no decorrer de sua história, publicou mais de 100 livros de diferentes áreas da
ciência em geral, incluindo de autores internacionais

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="771200" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]