‘Marqueteiro de Greca” em campanha pelo Palácio Iguaçu

Pedro Ribeiro


Pode ser que agora fique esclarecido o por que do fiasco do candidato Delegado Francischini na campanha a prefeito de Curitiba, do ponto de vista de marketing de campanha, ao cair nas pesquisas e ter uma votação além do esperado. Foi literalmente à lona devido à ineficiência de seu marketing.

Seu “marqueteiro” plantou aos veículos de comunicação destacando (enaltecendo) seu – próprio – trabalho em campanhas no primeiro e segundo turno. Depois de dizer que foi o principal assessor de prefeito Rafael Greca e que foi ele quem fez o marketing da campanha de reeleição de Greca, confirma o baixo desempenho do candidato da oposição.

Pelo que se sabe, o tal marqueteiro levou uma baita surra em Curitiba ao desenvolver trabalho para Francischini. Errou em tudo e fez crescer ainda mais o candidato à reeleição, Rafael Greca. Daí justifica o fracasso de Francischini que teria sido traído.

O cidadão é tão cara de pau que está creditando a ele a vitória da candidata Professora Elizabeth, em Ponta Grossa, quando todos sabem que quem contribuiu decisivamente para a eleição dela foi o governador Ratinho Junior que participou de carreata no sábado, naquela cidade, entre outras ações políticas.

Tudo isso faz parte do seu próprio marketing. Com isso, encosta novamente no governador Ratinho Junior. João Debiasi, secretário de Comunicação do Governo do Estado e Jorge Gerez, marqueteiro do governador que coloquem as barbas de molho, porque tudo indica que ele quer voltar ao Palácio Iguaçu e no terceiro andar.

O marqueteiro em questão esqueceu ainda da retumbante derrota em Londrina e de outras cidades que prestou consultoria. Como disse o deputado federal Ney Leprevost, “seu lugar é na latrina”.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="731663" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]