Meirelles quer derrotar “extremistas” e vai liberar a maconha

Pedro Ribeiro


 

Pré-candidato à Presidência da República, o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meireles, quer a união dos partidos de centro para derrotar “extremistas” como Jair Bolsonaro e Ciro Gomes, que, segundo ele, “trarão instabilidade ao País”. Em sabatina na Istoé, Meirelles garante que não vai abrir mão de sua candidatura e disse esperar que os outros candidatos de centro o apóiem, mesmo estando com apenas 1% nas pesquisas.

Caso eleito, o ex-ministro também espera o apoio da sociedade e afirmou que vai liberar o uso da maconha. “Acho que a maconha é uma questão de direito individual. Não devemos penalizar e criminalizar o consumidor, principalmente se for para uso medicinal. Maconha eu liberaria”.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="530891" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]