Moro acusa Bolsonaro de não contribuir no combate à corrupção

Pedro Ribeiro


O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, reafirmou neste domingo, em entrevista ao Fantástico, que há falta de emprenho do presidente Jair Bolsonaro em relação à agenda de combate à corrupção no país e que as alianças que ele estava fazendo com políticos supostamente envolvidos em atos ilícitos o deixava incomodado.

Ele citou a falta de empenho do governo federal na questão da votação da prisão em segunda instância e lamentou que a agenda contra a corrupção estava sendo esvaziada a cada dia.

Moro, por várias vezes, citou tentativa do presidente em intervir na Polícia Federal e criticou a falta de emprenho do Palácio do Planalto na questão da pandemia do coronavírus, observando que a saída do ex-ministro não foi bom para o país.

Sergio Moro disse que não se arrepende de ter participado do governo e que agora vai reposicionar sua vida, podendo ser na área privado ou mesmo no debate público.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.