Mourão defende acordo com Centrão e distribuição de cargos

Pedro Ribeiro


As declarações do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, defendendo pacto do governo com os partidos do Centrão com distribuição de cargos ao estilo da velha política, tão criticada por ele, teve repercussão negativa junto ao grupo que considera o general uma pessoa com capacidade para, inclusive, assumir o governo.

O próprio Mourão disse que as negociações para a formação dessa aliança envolvem a distribuição de cargos e emendas e são conduzidas pelo próprio Bolsonaro e pelo ministro Luiz Eduardo Ramos, chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República.

“Eu não posso te dizer os detalhes. Se é fisiológico ou programático. Nós temos que buscar a melhor coalizão, que é a programática. Lógico que, nisso aí, cargos e emendas fazem parte da negociação entre Executivo e Legislativo — não adianta querer tapar o sol com a peneira. Acho que está mais ou menos sendo conduzido dessa forma”, respondeu Mourão ao ser questionado se o acordo estava sendo feito com base em uma agenda de propostas.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.