Sintonia Fina
Compartilhar

Mourão e Maia condenam atitude de Eduardo Bolsonaro

 Depois do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pedir desculpas à China pelo ataque desferido p..

Pedro Ribeiro - 19 de março de 2020, 14:03

(Rio de Janeiro - RJ, 15/07/2019) Vice-Presidente, Hamilton Mourão durante Encontro com integrantes da Associac?a?o dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil, no CNC. rRomério Cunha/ VPR
(Rio de Janeiro - RJ, 15/07/2019) Vice-Presidente, Hamilton Mourão durante Encontro com integrantes da Associac?a?o dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil, no CNC. rRomério Cunha/ VPR

 

ANÚNCIO

Depois do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pedir desculpas à China pelo ataque desferido pelo filho do presidente Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, agora o vice-presidente Hamilton Mourão também criticou o filho irresponsável. A posição de Eduardo, pelo peso do sobrenome, criou um desgaste diplomático e não representa a opinião do governo federal.

“O Eduardo Bolsonaro é um deputado. Se o sobrenome dele fosse Eduardo Bananinha, não era problema nenhum. Só por causa do sobrenome. Ele não representa o governo”, disse Mourão em entrevista à Folha. “Não é a opinião do governo. Ele tem algum cargo no governo?”, questionou Mourão.