Nem pintado de verde-oliva

Pedro Ribeiro

pazuello, eduardo pazuello, ministério da saúde,bolsonaro, jair bolsonaro, pressão, centrão, demissão, ministro da saúde

Por Alceo Rizzi

Essa CPI da Covid aberta pelo Senado, para investigar ações e omissões do governo, cuja negligência delinquente no combate à pandemia já é de conhecimento de todo planeta, vai acabar transformando em boi-de-piranha o general beócio que comandava o Ministério da Saúde com sua tropa. Até que ele eventualmente tenha a coragem de chutar o balde e resolver contar coisas que ainda não se sabe, embora se suspeite, pela subserviência ao presidente que o manteve no cargo. Além da investigação em inquérito em andamento pela incúria, cujo ápice foi a falta de oxigênio para tratar infectados em Manaus, o general já é uma espécie de espanta roda. Já foi admoestado diante de outras pessoas por colega de farda igual mas com estrela superior, o novo Chefe da Casa Civil, a quem tratou apenas pelo nome, sem mencionar a máxima graduação que ele tinha no Exército. Constaria ainda que o Alto Comando da instituição militar não o quer de volta, por ainda estar na ativa, e muito menos dar a ele o comando de alguma tropa. Agora, com a CPI instalada, é provável que não o queiram ver pela frente nem pintado de ouro. Menos ainda de verde-oliva. Fortes emoções prometem, ainda que a CPI não dê em nada.

 

Alceo Rizzi  é jornalista e colaborador do Paraná Portal

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="757495" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]