No isolamento, Bolsonaro poderia abrir os olhos para a saúde e educação no pa

Pedro Ribeiro

Bolsonaro faz pronunciamento contra isolamento no país

Que o presidente Jair Bolsonaro, tenha, felizmente, apenas uma gripezinha e não a Covid-19, como é suspensão, após ter um dia de febre e alguns desconfortos em seu metabolismo. Muitos brasileiros torcem por isso, pela sua saúde. Afinal, bem ou mal, é o presidente da Nação.

Que seja apenas um susto. Bolsonaro, que combateu o distanciamento social e desafiou o implacável vírus que já matou perto de 70 mil brasileiros, vai ter que permanecer alguns dias em casa e, de preferência, em silêncio, como recomendou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso: “é melhor Bolsonaro não falar!”.

Aliás, o presidente vem, nos últimos dias, depois que aflorou o caso Queiroz no país, mantendo postura distante da imprensa canalha. Vem levando alguns tombos como a saída de Wintraub e a recusa de Feder no Ministério da Educação.

Mas sua soberba não permite que se feche em copas ou que enfie o rabo no meio das pernas. Seu isolamento, caso necessite, pode ser bom para reflexões como, por exemplo, que ele, o presidente da República, de as devidas atenções às duas mais importantes áreas de um governo: saúde e educação.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.