Número de pobres continua crescendo no Brasil e já soma 54,8 milhões de pessoas

Pedro Ribeiro

 

Dos mais de 13 milhões de desempregados no país, somam-se mais 2 milhões de pessoas que passaram para baixo da linha da miséria contabilizando agora 54,8 milhões, segundo dados divulgados esta semana pelo IBGE.

De 2016 para 2017, mais 2 milhões de pessoas entraram na grande fila da pobreza do Banco Mundial. Conforme a Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2018, divulgada nesta quarta-feira, 54,8 milhões estão com renda domiciliar por pessoa inferior a R$ 406 por mês.

Perto de um quarto da população (26,5%) está abaixo da linha de pobreza do Banco Mundial que, para países com renda média-alta, como o Brasil, considera a linha de corte de US$ 5,50 por dia por pessoa – em valores de 2011, atualizados na pesquisa do IBGE. Em 2016, 52,8 milhões de brasileiros, ou 25,7% da população, estavam nessas condições.


Post anteriorPróximo post
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.
Comentários de Facebook