O café “gordo” (com leite condensado) de Bolsonaro e do Ministério da Defesa

Pedro Ribeiro

O leite condensado na café gordo

Enquanto o leitinho das crianças está cada vez mais difícil de levar para casa, o governo federal gasta R$ 15 milhões na compra de leite condensado para atender o café da manhã do presidente Jair Bolsonaro.

Bolsonaro, desde a campanha, em 2018, deixou transparecer seu gosto refinado no café da manhã  pela combinação do pão francês com o leite condensado. Nada de errado, de anormal e deve se respeitar o gosto alimentar do presidente. Mas, gastar R$ 15 milhões nessa iguaria é para acabar.

‘Moçanaro’ Meme dos gastos do governo com leite condensado criou o “Moçanaro”. A notícia de que o governo federal gastou milhões em 2020 com alimentos considerados supérfluos como chicletes, bombons e refrigerantes movimentou a internet, mas nada chamou mais a atenção nas redes sociais sobre o tema do que os R$ 15,6 milhões gastos com leite condensado,.

O Portal IG analisou algumas licitações de setembro do ano passado no Painel de Compras e constatou que o Ministério da Defesa gastou R$ 324 em duas caixas do produto de 395 gramas cada. Os produtos, de acordo com o certame, são do tipo desnatado, com leite in natura e light.

No resultado da licitação, é possível encontrar cada unidade por R$ 162. Na internet, a reportagem encontrou o mesmo produto, com características semelhantes, por R$ 28.

 

Leia também: Feito rabo de cachorro

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="741783" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]