Sintonia Fina
Compartilhar

Onde está a Agepar que não se pronuncia em relação ao ferry-boat?

 O problema do ferry-boat é resultado de um contrato mau feito entre o Governo do Paraná, através da Secreta..

Pedro Ribeiro - 07 de janeiro de 2022, 19:01

 

ANÚNCIO

O problema do ferry-boat é resultado de um contrato mau feito entre o Governo do Paraná, através da Secretaria de Infraestrutura/DER, com a empresa “vencedora” da licitação. Como esta indecente parceria foi sacramentada, não tem como voltar atrás. Se a empresa parar o transporte, não há tempo para outra concessionária instalar equipamentos e operar. O transtorno poderia ser maior ainda.

O estranho de tudo isso é o silêncio da Agepar, a agência reguladora que controla este tipo de operação. Até agora não se sabe – a agência ainda não se pronunciou – se ela está multando ou não a operadora dos ferry-boat que fazem a travessia. Se estiver multando, também não resolverá, porque, com certeza, a empresa não pagará a multa. É bom lembrar que a Agepar tem poder também para multar o DER. Será que isto vem acontecendo?

Também, até o momento, não se manifestou em relação aos transportes rodoviários. A mesma Agepar não falou absolutamente nada sobre o fim dos contratos das concessionárias e muito menos sobre o remendo feito pelo DER.

ANÚNCIO

No meio desta confusão, está o governador Ratinho Junior, que vem sofrendo o ônus político da incompetência de uma secretaria de Estado onde seu secretário, deputado federal, Sandro Alex, deve deixar a pasta nos próximos dias para retornar à Câmara Federal. Portanto, repetimos, mais uma vez o governador ficará a ver navios, ou ferry-boat.

Pelo jeito, a Agepar só se manifesta em relação à Sanepar e sempre desfavorável ao consumidor.