pleskmanager_rj929zf5
Compartilhar

Oposição cobra Quadro Negro e governo diz que 75% das perícias já foram finalizadas

As acusações de desvio de verbas públicas para a construção de escolas no Paraná que resultaram em prejuízos de R$ 30 mi..

Redação - 10 de agosto de 2016, 11:08

As acusações de desvio de verbas públicas para a construção de escolas no Paraná que resultaram em prejuízos de R$ 30 milhões aos cofres públicos e a paralisação de 14 escolas, ganharam força após denúncias de que o diretor geral do Instituto de Criminalística do Paraná (IC), Daniel Filipetto, teria engavetado as investigações da operação Quadro Negro, que apura o desvio dessas verbas públicas. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado, até o final deste mês 75% das perícias sobre o Quadro Negro estarão finalizadas. O que está faltando para a conclusão final são profissionais especializados. Em respostas à denúncias, o diretor do Instituto de Criminalística do Paraná, Daniel Felipetto, esclarece que:

 

ANÚNCIO

1)Não procede a informação de que o diretor do Instituto de Criminalística do Paraná, Daniel Felipetto, utilizou a sala na sede da instituição em Londrina para fazer atendimentos de pacientes particulares.

 

2)Com relação ao inquérito que estaria parado há 14 anos, o diretor esclarece que era praxe o encaminhamento de todo o inquérito para o IC e que precisaria ter mais detalhes sobre o documento para saber a causa do atraso. Felipetto reafirma que os atrasos na perícia se deram pela falta de efetivo e jamais por qualquer outra motivação.

3) Com relação à abertura dos dois inquéritos por parte do MP, Felipetto reafirma que está à disposição dos promotores para esclarecer todas as dúvidas.

ANÚNCIO

Na Assembleia Legislativa, os deputados de oposição ao governo estão, literalmente, babando em cima do caso como o deputado Requião Filho (PMDB) que foi à tribuna para exigir que a atuação do diretor do Instituto de Criminalística seja investigada pela Justiça. Segundo o parlamentar, as “acusações são seríssimas e queremos que o governador se explique para a justiça”, disse.

No áudio, divulgado pelo telejornal Paraná TV, Filipetto pede para um funcionário do IC encaixotar perícias da operação Quadro Negro e colocar os documentos no fundo do depósito. Ele diz que caso desse prosseguimento às perícias iria prejudicar o governo Beto Richa (PSDB).

O lamentável, no entanto, são desvios de dinheiro público que caem em mãos maus empresários, mesmo sabendo que o dinheiro está sendo aplicado em escolas para atender a população mais carente do Estado. Esses corruptos estão fragilizando a esperança e o futuro de milhões de crianças paranaenses.