Oriovisto destaca corte de gastos do governo para o auxílio emergencial

Pedro Ribeiro


 

Ao discursar nesta quarta-feira no Senado Federal durante a apreciação da PEC 186/2019 , mais conhecida como PEC Emergencial, o senador paranaense, Oriovisto Guimarães (PODE-PR), destacou o corte de gastos públicos do governo federal. Os gastos públicos do governo estariam no limite.

Para o senador, isto mostra aos investidores e ao mercado que o Brasil está se comprometendo em diminuir  gastos públicos para cumprir com o pagamento do novo auxílio emergencial à população.

O governo estuda o pagamento de quatro novas parcelas do auxílio emergencial, no valor de R$ 250. A PEC Emergencial não determina as regras desse novo auxílio, como valores das parcelas, quem terá direito ou formas de pagamento.

Oriovisto que abriu mão da relatoria da PEC Emergencial, elogiou o trabalho do relator, senador Marcio Bittar, embora tenha lembrado, em seu discurso, que ele tinha proposto, também, fim das férias de 70 dias para o Poder Judiciário.

“O que foi aprovado, não resolve o problema do país, mas ajuda. Não podemos aprovar mais cortes de gastos”, pontuou o senador paranaense.

 

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="749033" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]