Os penduricalhos para ampliar renda dos funcionários públicos federais

Pedro Ribeiro

 

Enquanto mais de 30 milhões de brasileiros estão abaixo da linha da pobreza, ou, em extrema miséria, a previsão de gastos para pagar salários, auxílios e penduricalhos dos mais de 633 mil funcionários públicos federais dos três Poderes supera R$ 320 bilhões este ano, fortuna grande o suficiente para se comprar outra Petrobras, passando troco. Os números foram divulgados pelo Diário do Poder.

Com queda no valor de mercado da estatal devido à greve de caminhoneiros e à queda de Pedro Parente no comando da estatal, seria possível para comprar 1,5 Petrobras. A Constituição limita o salário no serviço público a R$ 33,7 mil, mas os penduricalhos ficam de fora do teto, que é sempre desrespeitado.

Os gastos de deputados e senadores com ressarcimento de despesas, em 2017, superaram os R$ 252 milhões. Eles têm uma espécie de cheque especial de R$45 mil mensais bancados pelo contribuinte.


Post anteriorPróximo post
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.
Comentários de Facebook