Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Palocci joga gasolina no fogo e denuncia pagamento de propina a Lula e Dilma

 O juiz Sergio Moro quebrou nesta segunda-feira o sigilo de parte da delação de Antonio Palocci, ex-ministro..

Pedro Ribeiro - 01 de outubro de 2018, 16:10

 

ANÚNCIO

O juiz Sergio Moro quebrou nesta segunda-feira o sigilo de parte da delação de Antonio Palocci, ex-ministro da Fazenda no governo Lula. Em razão da delação, Palocci obteve redução de 2/3 da pena e deverá pagar multa de R$ 35 milhões.

Em um dos anexos da delação, Palocci detalha uma reunião no Planalto que teria selado o pagamento de R$ 40 milhões em propina para a campanha de reeleição de Dilma Rousseff. No seu primeiro anexo de delação premiada, Palocci detalha o suposto loteamento de cargos na Petrobrás em troca de financiamento para campanhas petistas.

A decisão do juiz federal Sergio Moro foi tomada no processo que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Palocci entre os réus e apura suposto pagamento de R$ 12,9 milhões em propina pela Odebrecht a Lula, por meio da compra de um terreno onde seria construído o Instituto Lula, em São Paulo, e uma cobertura vizinha à do ex-presidente no Edifício Hill House, em São Bernardo do Campo.