Para 52,1% dos brasileiros, Moro errou em deixar a magistratura

Pedro Ribeiro

Sérgio Moro - pacote anticrime - Senado

 

 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, vem sendo bombardeado nos últimos dias depois que o site Intercept divulgou supostas conversas entre ele e o procurador Deltan Dallagnol, motivando forte discussão no meio jurídico e estimulando a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Embora Moro tenha afirmando que o site deturpou as conversas e que não fez nada de ilegal, sua imagem acabou sendo discutida pela sociedade, em especial nas redes sociais.

O diretor do Instituto Paraná Pesquisa, Murilo Hidalgo, colocou sua equipe nas ruas para medir junto aos brasileiros a intensidade do suposto vazamento de conversas e a credibilidade do ministro Moro. A pergunta da pesquisa, que ouviu 2.102 pessoas do dia 20 a 25 de junho em todo território nacional, pede uma posição quanto à mudança de carreira do então juiz federal e hoje ministro Sérgio Moro.

Para 52,1% dos entrevistados, Sergio Moro errou em deixar a magistratura para assumir um ministério no governo Jair Bolsonaro. 40,7% disseram que ele acertou em sua posição e 7% não souberam responder ou não opinaram.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="635701" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]