Paraná quer ampliar negócios com Singapura

Pedro Ribeiro


 

Em busca da atração de novos investimentos e da ampliação de parcerias comerciais para o Paraná, o vice-governador Darci Piana se reuniu nesta sexta-feira (17), no Palácio Iguaçu, com o encarregado de Negócios da Embaixada da República de Singapura no Brasil, Desmond Ng.

Piana apresentou o potencial do Estado em diferentes áreas, destacando especialmente a produção de alimentos – o Brasil é o maior exportador de carnes congeladas (bovina, suína e aves) para Singapura.

“Há muitas indústrias de alimentos instaladas no Paraná que querem fazer comércio com um país asiático tão importante quanto Singapura”, afirmou o vice-governador. “Estamos interessados em vender, mas também em atrair investimentos, especialmente aqueles ligados à tecnologia”.

Ele citou especificamente dois projetos logísticos em construção pelo Governo do Estado: a concessão de mais de 3 mil quilômetros de rodovias e a instalação da Nova Ferroeste, que vai ligar Maracaju, no Mato Grosso do Sul, ao Porto de Paranaguá. Ambos serão administrados pela iniciativa privada. “São mais de R$ 60 bilhões em investimentos apenas nesses dois projetos”, disse Piana.

O representante da Embaixada de Singapura informou que o País mantém um escritório em São Paulo com o foco justamente em prospectar novas parcerias. Segundo ele, o escritório ficará encarregado de alinhar futuras negociações que envolvam o Paraná. “Singapura e o Paraná têm algumas semelhanças. Há condições de ampliar a relação comercial”, explicou Desmond Ng.

SAÚDE – O país asiático está concluindo o processo de doação de insumos para o combate à Covid-19 diretamente a todos os estados brasileiros. O Paraná vai receber nas próximas semanas 150 mil máscaras e 50 mil frascos com álcool gel. O material será encaminhado à Secretaria de Estado da Saúde.

CARACTERÍSTICAS – Singapura é uma cidade-estado localizada no Sudeste da Ásia com uma população estimada em 5 milhões de habitantes. O País é um dos tigres asiáticos, junto com Hong Kong, Coreia do Sul e Taiwan. Possui um avançado sistema de transportes e um diversificado ambiente de negócios.

A economia é baseada em uma forte indústria de transformação, com destaque para o setor eletrônico, de refino de petróleo, produtos químicos, engenharia mecânica e ciências biomédica. O porto de Singapura é o segundo mais movimentado do mundo, atrás apenas de Xangai, na China.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="790972" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]