Pesquisa mostra que STF decide mais politicamente do que tecnicamente

Pedro Ribeiro

stf, supremo tribunal federal, agu, jair bolsonaro, sergio moro, inquérito, autonomia, pf, polícia federal, gravação, reunião

Depois de mais uma polêmica envolvendo o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, que associou o Exército a genocídio, devido à pandemia do coronavírus, o Instituto Paraná Pesquisa foi a campo para ver como está agindo a corte máxima em relação ao governo federal. O levantamento foi encomendado pelo site Diário do Poder.

O instituto Paraná Pesquisa apurou que a credibilidade do Supremo Tribunal Federal (STF) em queda. Quase 60% dos brasileiros (59,9%) consideram que os ministros da Corte decidem politicamente, ignorando aspectos técnicos dos processos que julgam.

O Paraná Pesquisa consultou 2.395 eleitores em 170 municípios dos 26 estados e do DF, entre 11 e 15 deste mês.

Apenas 31% dos entrevistados atribuem credibilidade técnica ou jurídica às decisões do STF, enquanto 9,1% não sabem ou não quiseram opinar.

Especialistas em pesquisas acham que a reputação do STF está ruim mesmo, mas “a última do Gilmar” contribuiu para piorar essa situação, observa o jornalista Claudio Humberto, do Diário do Poder.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.