Plano B de Moro sobre o pacote anticrime

Pedro Ribeiro

A resistência do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em dar prosseguimento ao pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, alegando que a prioridade é a reforma da Previdência, poderá levar Moro a encaminhar o projeto primeiro para o Senado.

Moro, que não respondeu aos ataques de Maia, disse que a sociedade tem pressa na condução de um programa de segurança pública para colocar um basta no tráfico de drogas e armas, nos crimes praticados pelos comandos dentro dos presídios e da violência que campeia em todo o país.

A proposta do pacote anticrime já está nas mãos da senadora Eliziane Gama, do PPS do MA. Não se trata de uma retaliação do ministro da Justiça, pelo contrário. A intenção é dar segmento no parlamento às propostas, enquanto os deputados analisam a reforma da Previdência.

Na Câmara, Maia estabeleceu um prazo de 90 dias para um grupo de trabalho analisar se junta a proposta de Moro com outras medidas já em discussão na Casa. Só depois, uma comissão especial será formada para analisar o projeto.


O presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM-AP), também já foi consultado sobre a possibilidade. O assunto deve ser discutido nesta terça-feira.

Sobre Temer

Muito se fala sobre a prisão do ex-presidente Michel Temer e de sua soltura por um desembargador acostumado a polêmicas e a praticar defesas como esta. Em relação ao Ministério Público, em especial ao procurador Marcelo Brettas, ele está correto em suas ações, porque a sociedade quer saber quais os crimes praticados pelo ex-presidente, assim como ficou sabendo dos crimes praticados por Lula.

Sobre Richa

O ex-governador paranaense, Beto Richa, acaba de virar réu na ação da operação Quadro Negro, que o levou à prisão pela terceira vez em menos de seis meses. Richa continua preso e responde pelo desvio de dinheiro em obras de escolas estaduais no valor de R$ 20 milhões, conforme denúncia do operador Maurício Fanini que também está preso.

Post anteriorPróximo post
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.