Pobre “Jaguara” vira personagem na campanha em Curitiba

Pedro Ribeiro


A campanha lançada pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Curitiba com a intenção de conscientizar a população sobre o uso do transporte coletivo para evitar aglomerações, teve uma palavra que chamou a atenção e virou polêmico: jaguara. Ou melhor, prato cheio para a oposição.

Para o deputado estadual e pré-candidato à Prefeitura de Curitiba, Delegado Francischini, a campanha é agressiva e desrespeitosa. “Jaguara é você, Greca”, disse o parlamentar ao explicar o significado da palavra que, no dicionário, se refere a cão ou cachorro ordinário.
Segundo informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Curitiba, a campanha não é e não foi autorizada pelo prefeito Rafael Greca. Portanto, o prefeito não tem nada a ver com isso.

CAMPANHA ‘NÃO SEJA JAGUARA’

De acordo com os idealizadores, ‘jaguara’ foi usado por ser genuinamente paranaense. No contexto da campanha, ele é usado para descrever alguém que está prejudicando a coletividade em benefício próprio.

O termo ‘piá de prédio’, também foi usado em uma peça publicitária, criticando uma parte da população que continua realizando festas e aglomerando pessoas.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal