Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Povo passa fome e Venezuela vende três toneladas de ouro em negócio nebuloso

 Quase dez por cento da população já abandonou o País para fugir da miséria e da fome e a Venezuela, na sema..

Pedro Ribeiro - 04 de fevereiro de 2019, 21:02

 

ANÚNCIO

Quase dez por cento da população já abandonou o País para fugir da miséria e da fome e a Venezuela, na semana passada, vendeu três toneladas de ouro para uma empresa dos Emirados Árabes Unidos. Na semana anterior, um avião de grande porte saído de Moscou pousou em Caracas, a capital da Venezuela, cercado de mistérios, permanecendo estacionado em um dos cantos do aeroporto, em uma rota de voo que nunca existiu antes diretamente entre as capitais dos dois Países.

Ninguém sabe o motivo e a finalidade da presença do portentoso avião russo aterrissado misteriosamente em Caracas e muito menos a quem pertence as três toneladas de ouro que deixaram o País quase na surdina, em nebulosa transação envolvendo uma empresa de Abu Dhabi, a capital dos Emirados.

Mas não é difícil suspeitar que por trás dos dois acontecimentos estranhos esteja Nicolas Maduro, o tirano bufão que preside o País e lidera uma quadrilha de bandidos e rufiões que há tempos vem saqueando a Venezuela em nome da farsa do socialismo bolivariano que só engana trouxas como os petistas, cuja presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann esteve na cerimônia de posse do cargo usurpado por Maduro.

ANÚNCIO

Esse fantoche assassino e cínico do povo venezuelano parece que trata de aprontar suas malas ao mesmo tempo em que tenta desenhar seus cenários e rotas de fuga com parte do tesouro que acumulou junto com sua quadrilha.

Para enganar a torcida, bufa em transmissões de TV no pouco tempo que ainda lhe resta. Em mensagem gravada na televisão e dirigida aos americanos, ameaçou transformar a Venezuela em um novo Vietnã, caso os Estados Unidos ousem enviar tropas ao País. Mas em duas ou três semanas antes, havia solicitado encontro negado com Donald Trump para tratar da crise na Venezuela. Referia-se a Guerra do Vietnã em que os americanos foram derrotados na década de 60. Faz suas piadas e gracinhas, o bufão!

Quase a totalidade dos países e organismos internacionais do mundo já não reconhecem o tirano como presidente da Venezuela, manifestando apoio ao presidente da Assembleia Nacional Juan Guaidó como seu legítimo representante, Apenas China, Rússia, Coréia do Norte, Cuba, Irã, Turquia, Nicarágua, Bolívia  e México ainda tentam salvar a pele dessa excrecência, e também se aproveitar para participar do banquete de rapinagem que parece estar ocorrendo nestes últimos dias no país vizinho.

Não demora 30 dias e saberemos o desfecho dos destinos da Venezuela e desse bandido responsável pelo crime humanitário cometido contra eu povo. Se ele vai conseguir usufruir das arcas de ouro surripiados do tesouro, em algum desses países que o defendem, ou se vai para ilha Guantánamo, a prisão controlada pelos americanos e próxima de Cuba, para não se sentir tão solitário. Ou então fazer companhia a seus dois sobrinhos presos nos EUA, condenados por tráfico de drogas.