Prefeito de Curitiba pode consertar uma pixotada

Pedro Ribeiro

rafael greca, prefeito de curitiba, pedido de impeachment, câmara municipal de curitiba, vereadores

 

Por Alceo Rizzi

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, talvez por lapso de bom senso e de ausência de aconselhamento de assessoria, tenta disciplinar doações de alimentos à população de rua ou demais carentes, e agora  gasta neurônios e esforços para  tentar se explicar tecnicamente.

Bobagem!  Nada poderia ser mais inoportuno quando a pandemia agrava um quadro de fome até para quem está dentro de casa. Ninguém que o conhece pode colocar em suspeição sua índole e vocação humanitária, ja demonstradas por atitudes e medidas que adotou  desde sua primeira gestão como prefeito de Curitiba, com dedicação e o empenho de uma Fé  sincera que talvez nenhum outro prefeito teve na mesma medida, ainda que competentes gestores.

Mas, agora, foi pixotada, desatenção, cochilo em relação a  quando técnicos e burocratas tentam  pensar, além de seus limites. Pode, talvez agora, para compensar a besteira, sugerir que cada curitibano que for vacinado daqui para a frente e tiver condições,  leve um quilo de alimento que integra a cesta básica.

 

A Prefeitura recolhe, monta a cesta, e parte das doações pode ser usada nas cozinhas do Restaurante  Popular para fazer  marmitex a ser distribuído aos moradores de rua, com toda garantia sanitária pela FAS que, sem trocadilho, faz excepcional trabalho de assistência social  desde que foi criada, em sua primeira gestão por mérito pessoal de sua sempre “minha Margarita”.

Pode até repetir o bordão ” minha Margarita e eu decidimos”. Meritoriamente.

 

Alceo Rizzi é jornalista e colaborador do Paraná Portal

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="755508" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]