Preocupado com desabastecimento, Bolsonaro ataca governadores

Pedro Ribeiro

Frutas e verduras.

Embora o presidente Jair Bolsonaro, depois de baixar o tom no pronunciamento e voltar a subir o mesmo tom na manhã desta quarta-feira,  contra governadores e prefeitos no twitter, dizendo que já há desabastecimento em alguns Ceasas e que a culpa era dos governadores que querem “ganhar nome e projeção política a custa do sofrimento da população”,  continua tendo, na maioria da população, o sentimento de um presidente que, aos poucos, vai aprender a lidar com instituições democráticas, respeitar a ciência e a imprensa.

“Não é um desentendimento entre o Presidente e ALGUNS governadores e ALGUNS prefeitos. São fatos e realidades que devem ser mostradas. Depois da destruição não interessa mostrar culpados”, escreveu Bolsonaro. O presidente Bolsonaro, antes de falar em desabastecimento – aliás, elogiou em seu discurso o papel do homem do campo que vem alimentando a cidade e do caminhoneiro que transporta as mercadorias – deveria consultar a ministra da Agricultura, Tereza Cristina que tem afirmado que não haverá desabastecimento, o mesmo acontecendo com o ministro da Infraestrutura, Tarcisio de Freitas que sustentou: a logística de abastecimento está funcionando.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.