Prisão de Richa pode mudar eleições no governo e senado

Pedro Ribeiro


 

A prisão do ex-governador Beto Richa (PSDB), na manhã desta terça-feira, surpreendeu os meios políticos e poderá provocar uma reviravolta nas eleições de sete de outubro, já que Richa é candidato ao Senado Federal. Também foram presos pela Polícia Federal na 53ª fase da Operação Lava Jato, sua esposa, Fernanda Richa e o seu ex-chefe de gabinete, Deonilson Roldo.

 

Os mandatos foram cumpridos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e o motivo das prisões está relacionado ao programa Patrulha Rural, do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do Governo do Estado.

Nota Cida

 O Governo do Estado está colaborando com todas as investigações em curso. A governadora Cida Borghetti ressalta que não aceita nenhum tipo de desvio de conduta dos seus funcionários e que criou a Divisão de Combate à Corrupção para reforçar o combate à esse tipo de crime. Hoje a divisão esta fazendo buscas e apreensão em uma operação que combate fraudes a licitação. O Governo do Estado vai aguardar a divulgação de mais informações a respeito dessa fase da Operação Lava Jato para tomar outras providências 

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="552592" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]