Propostas de Pessoa para o Clube Curitibano

Pedro Ribeiro


 

“As mensalidades não terão reajustes acima da inflação”, afirma o candidato da chapa Respeito e Transparência nas eleições do Curitibano

 

Duas chapas disputam, neste domingo, 20, a presidência do Clube Curitibano, um dos mais tradicionais clubes sociais de Curitiba, com total de 31 mil sócios, entre proprietários e dependentes e cinco sedes. A chapa “Respeito e Transparência” é liderada pelo empresário João Cesar Pessoa e a “Sou Curitibano” tem à frente Joaquim Miró.

Pessoa, sócio há 35 anos e um dos mais assíduos frequentadores do clube, defende mensalidade que não ultrapasse os índices inflacionários e redução das despesas sem perder a qualidade.

Debruçado em balancetes e planilhas de custos, o empresário disse ao Paraná Portal que a “atual diretoria está no clube desde 2010 e entrega em 2019 com registro de uma inflação de 60,94% no período e uma mensalidade com aumento de 119,13%, ou seja, um aumento de 30,80% acima da inflação”.

“Não podemos aceitar que uma despesa operacional de R$ 31 milhões em 2010 passe para R$ 69 milhões em 2018 com um aumento de 120,68%. A prestação de serviços subiu 452%. Em 2010 o número de funcionários era de 470 e passou para 610 em 2019”.

Segundo o candidato da chapa “Respeito e Transparência”, o balancete de 2018 fechou com R$ 69 milhões de despesas operacionais e nos 11 primeiros meses de 2019 já atingiu R$ 71 milhões e se projetarmos mais um mês, baterá recorde de R$ 77 milhões”.

A receita do Clube Curitibano em 2018 foi de R$ 74,6 milhões e as despesas atingiram R$ 69,016 milhões, registrando superávit de R$ 4,7 milhões. A média mensal das despesas em 2018, segundo Pessoa, foi de R$ 5,7 milhões e a receita média de R$ 6,2 milhões. Somente a despesa média, também mensal, em 2019 já passou de R$ 6,4 milhões, informou o candidato.

Pessoa não se conforma que as despesas do clube sejam muito acima da inflação  e promete cortar as despesas e assume o compromisso de não reajustar as mensalidades acima da inflação.

“Quero deixar um legado de restabelecimento de valores com tratamento igualitário para todos os sócios, além de transparência absoluta e concorrência pública nas contratações de serviços, obras e equipamentos”, pontuou.

O candidato propõe investir em sustentabilidade, com geração de energia elétrica através de placas solares e captação de água da chuva para reutilização. Pessoa disse que pretende construir um parque aquático na sede Jacarezinho e um parque infantil coberto na sede da Getúlio Vargas, além da implantação de um plano diretor para todas as sedes. Restabelecerá a Diretoria Social e criará a Diretoria de Recursos Humanos.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.