Relatório da CPI exclui genocídio e homicídio em relação a Bolsonaro

Pedro Ribeiro

Áudios indicam que Jair Bolsonaro se envolveu em esquema de "rachadinhas"

Depois de muita discussão e lavação de roupa suja, os membros da CPI da Covid, do Senado, decidiram, em seu relatório final, não acusar o presidente Jair Bolsonaro de homicídio qualificado e nem de genocídio contra as populações indígenas. O indiciamento do presidente por estes dois crimes estava presente na minuta mais recente do relatório final preparado por Renan Calheiro, mas os senadores do chamado “G7” da CPI fecharam um acordo para remover os dois crimes durante uma reunião na noite desta terça-feira, 19. 

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="797774" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]