Renan atribui 11 crimes a Bolsonaro na CPI da Covid

Pedro Ribeiro


 

De acordo com o Estadão, que teve acesso ao relatório da CPI da Covid, o parecer final, elaborado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), sugere o indiciamento de 70 pessoas – entre elas o presidente Jair Bolsonaro, filhos dele, ministros, empresários e médicos – e mais duas empresas por crimes praticados no enfrentamento da pandemia de covid-19.

O relator atribui a Bolsonaro 11 crimes. Entre eles, homicídio qualificado, crime contra a humanidade e genocídio de indígenas. A amplitude das suspeitas de crimes apontadas pelo relator divide o grupo majoritário da CPI.

O documento, revelado com exclusividade pelo Estadão no domingo, ainda deve passar por algumas atualizações até amanhã, quando será lido na CPI. A votação do parecer está marcada para a terça-feira que vem.

A conclusão será encaminhada aos órgãos de controle, que poderão abrir processos sobre os supostos crimes apontados. Isso ocorre porque a CPI tem poderes de investigação, mas não de punição. (Estadão)

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="797553" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]