Richa critica Barros, dizendo que ele traz instabilidade política e chama Requião de inimigo do Paraná

Pedro Ribeiro


 

Se as relações entre o ex-governador Beto Richa e a governadora Cida Borghetti são cordiais e educadas, já não se pode dizer em referência ao deputado federal e marido da governador, Ricardo Barros. Em entrevista  à rádio CBN de Londrina, Richa disse que Barros está tentando descontruir um trabalho de base com os partidos que o apoiaram na Assembleia Legislativa, partidos estes que deram governabilidade ao seu mandato e que hoje não podem ficar à mercê da instabilidade e insegurança política.

Richa também não poupou o senador Roberto Requião, lembrando que, agora, quando saiu do governo deixou um caixa de quase R$ 7 bilhões à governadora Cia Borghetti, ao contrário de Roberto Requião que deixou o Estado falido com dívida superior a R$ 4,5 bilhões e que não pagava nem água e luz. Lembrou ainda que o senador e candidato à reeleição foi o maior inimigo do Paraná no Congresso Nacional, boicotando recursos ao Estado.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="539583" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]