Rocha Loures vira réu no caso da mala de dinheiro

Pedro Ribeiro


A situação está ficando cada vez pior para o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB).  Acusado por ter pego uma mala de dinheiro da JBS, no valor de R$ 500 mil, o ex-parlamentar virou réu nesta segunda-feira pela acusação de corrupção passiva ao aceitar propinas para interferir em decisões do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Rocha Loures é ex-assessor especial do presidente Michel Temer (PMDB), e ficou conhecido após ser flagrado em ação controlada da Polícia Federal saindo de um restaurante com uma mala de dinheiro.

A denúncia, aceita pelo juiz federal Jaime Travassos Sarinho, da 10ª Vara Federal de Brasília, incluía originalmente Temer. A Câmara dos Deputados, no entanto, recusou em agosto para que o presidente fosse processado, o que fez com que o processo fosse desmembrado e a citação a Loures, que não tem foro privilegiado, fosse enviada para a primeira instância.pedro.ribeiro

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal