Sanepar suspende reajuste da tarifa da água

Pedro Ribeiro

 

Por muito pouco a Sanepar não joga no colo do governador Ratinho Junior toda a responsabilidade de um aumento absurdo de 12,3% na tarifa da conta da água. Foi preciso o Tribunal de Contas do Estado, em suas raras defesas do consumidor, entrar em campo para suspender o aumento. A companhia comunica seus acionistas, investidores e o mercado que suspendeu a aplicação do reajuste das tarifas de água e esgoto que deveria entrar em vigor na sexta-feira (17). No aviso, a Sanepar informa que a suspensão do aumento de 12,3%, aprovado mês passado pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar), é decorrente de medida cautelar baixada na noite desta segunda-feira (13) pelo Tribunal de Contas do Estado.

No fim da semana passada, o conselheiro Artagão de Mattos Leão, da 2.ª Inspetoria de Controle Externo do TCE, apresentou comunicação de irregularidade nos atos da Sanepar e Agepar que definiram o reajuste. Nesta segunda-feira, o sorteado relator do processo, conselheiro Fernando Guimarães, acatou a recomendação e determinou o cancelamento do aumento até o julgamento final de sua legalidade, o que deve ser feito pelo Pleno.

Tão logo tomou conhecimento da decisão, a Sanepar publicou o Fato Relevante. Nele, a companhia avisa, porém, que “tomará todas as providências necessárias no sentido de reestabelecer o seu direito ao alusivo reajuste já fixado pelo Conselho Diretor da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná – AGEPAR.” (Contraponto)


Post anteriorPróximo post
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.