Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Santa Cruz envolve OAB ao chamar Moro de quadrilheiro

  Ao defender explicitamente a esquerda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente a Orde..

Pedro Ribeiro - 20 de dezembro de 2019, 08:12

Eugenio Novaes/OAB
Eugenio Novaes/OAB

 

ANÚNCIO

 

Ao defender explicitamente a esquerda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, acabou colocando em situação delicada a própria instituição, pois não são todos os associados, em todo o país, que concorda cm suas posições político partidárias.

O resultado disso ocorreu na quarta-feira, quando o Ministério Público Federal (MPF) denunciou Santa Cruz por calúnia, devido a uma declaração sobre Sergio Moro, onde acusa o ministro da Justiça de quadrilheiro, ou  ainda, chefe da quadrilha.

ANÚNCIO

Segundo o dirigente da OAB, o ministro “usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe da quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas”.

O MPF pediu o afastamento de Santa Cruz de suas funções no Conselho Federal da OAB, como medida cautelar.

Um representante de tão destacada classe, como a dos advogados, deveria ter, no mínimo, compostura para tratar de delicados assuntos que envolvam, por exemplo, a justiça federal. Mas, como os “advogados” também se consideram acima de tudo, inclusive da lei, que resolvam esta situação para não deixar a instituição cair em desgraça, como tantas outras que foram desmoralizadas por inabilidade de seu presidente ou gestor.