Secretário doa salários à saúde pública em Foz do Iguaçu

Pedro Ribeiro


 

O secretário da Transparência e Governança de Foz do Iguaçu, José Elias Castro Gomes, doou nesta terça-feira, 21, a quantia de R$ 82.709,11, referentes aos salários de oito meses, à Fundação Municipal de Saúde. “Eu sou um privilegiado. Deus me abençoou com um talento para o empreendedorismo que transformei em prosperidade. Tanto que já avançou para uma área na qual, se eu não compartilhar com a sociedade o que recebi em sabedoria, conhecimento e recursos, estarei me sentindo egoísta, mesquinho e ingrato”, disse.

Castro Gomes é empresário e foi um dos primeiros secretários confirmados pelo prefeito Chico Brasileiro com a missão de agilizar todos os processos municipais e aumentar o grau de transparência em todas as decisões tomadas pela prefeitura.

Em menos de oito meses, propôs a criação de um fundo municipal de compliance, é um dos coordenadores do grupo de trabalho que vai definir o novo plano do sistema transporte coletivo e articula junto às cidades lindeiras que a nova concessão do Parque Nacional do Iguaçu venha a prever investimentos na região.

“Saúde tem pressa” – “Decidi doar para a Fundação Municipal de Saúde a quantia de R$ 82.709,11, referente a todos os pagamentos que recebi da prefeitura desde que ocupei a Secretaria da Transparência e Governança. Essa decisão foi discutida e compartilhada com a minha família, portanto não se trata de uma doação só minha, ela conta com o consentimento de minha esposa, Ana, e de meus filhos, Edu, Any e Mel”, disse Castro Gomes que entregou um cheque com o valor doado à secretária municipal de Saúde, Rosa Jeronymo, e ao presidente da fundação, Amon Mendes Franco de Sousa.

O secretário disse ainda que é preciso preparar as futuras gerações com conhecimento e senso de responsabilidade. “Sem excessos e acúmulos que as tornem apáticas e desprovidas de uma noção da importância do esforço individual e da gratificação com as próprias conquistas”.

“Esse valor ajudará a viabilizar exames, tratamentos e aquisições fundamentais para o tratamento da população. Quem tem problemas de saúde tem pressa, muita pressa. Sabemos da importância do SUS e de o quanto os recursos escassos comprometem a saúde e a recuperação das pessoas atendidas, então não temos como ficar omissos”, completou.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Amon Mendes Franco de Sousa, disse que a doação é uma atitude “nobre e louvável, um ato de amor ao hospital (municipal Padre Germano Lauck) e à população. “Essa iniciativa do secretário será destinada à assistência ao usuários da fundação. Trata -se de um gesto muito louvável e agradecemos imensamente pela doação desses recursos”.

Área de anexos

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="791794" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]