Segurança pública, a preocupação da jovem no caminho para escola

Pedro Ribeiro

 

O Coronel Sergio Malucelli, que já comandou a Polícia Militar em Curitiba e Região Metropolitana, vem discutindo segurança pública em todo o Estado, acompanhado ou não da governadora e candidata à reeleição, Cida Borghetti. Conhecedor profundo do assunto, com cursos nos Estados Unidos, ele enfatiza que é preciso ampliar o número de policiais para patrulhamento nas ruas, escolas e logradouros públicos, o que dá tranquilidade às famílias, além de investimentos em equipamentos, polícia científica e nas polícias de fronteiras para impedir o tráfico de armas e drogas. Em Foz do Iguaçu, foi questionado por uma jovem, de 15 anos, sobre segurança em transporte coletivo, o que o motivou a escrever um artigo sobre o assunto. Veja, na íntegra:

“Em minhas viagens pelo interior do Estado, acompanhando a candidata à reeleição ao Governo do Estado, Cida Borghetti, do qual sou candidato a vice, tenho me deparado com várias situações que surpreendem e emocionam. Uma dessas surpresas aconteceu em Foz do Iguaçu, quando uma jovem de aproximadamente 15 anos me pergunta se nós vamos, um dia, vamos acabar com a violência no Paraná?

Mesmo tendo a resposta na ponta da língua, tive que pensar um pouco antes de responder, para não frustrar aquela jovem, estudante do ensino fundamental, que estava acompanhada da mãe. É muito fácil, simples até, dizer que vamos, sim, acabar com a violência em nosso Estado. Mas, em questões de segundos, pensei: que tipo de violência estaria se referindo a jovem.

Foi quando, de imediato, ela complementou: Seu Coronel! Eu tenho medo de sair de casa, de ônibus ou a pé para a escola. Eu já vi assaltos com faca no ônibus e morri de medo, não queria ir mais para a escola, mas preciso ir. A surpresa, portanto, está em como explicar para esta jovem que teremos um mega plano para reduzir a onda de violência e criminalidade, que envolve um planejamento e um esquema muito grande, a quem me pergunta se terá segurança em ir para o colégio?

Isso me chamou a atenção. A segurança pública nos parece uma das maiores preocupações não apenas dos pais de famílias, dos comerciantes, dos setores produtivos e até do campo mas, também, dos jovens nas escolas do ensino fundamental e nas universidades. É por isso que a governadora Cida Borghetti colocou a segurança pública como prioridade em seu plano de governo.

À jovem que me abordou – seu nome é Bruna – disse que vamos colocar mais policiais nas ruas, principalmente nas proximidades das escolas e aumentar o número de viaturas que também passarão a patrulhar nas escolas e nos principais pontos de ônibus. Com apenas isso, já notei em seu semblante um clima tranquilizador. As pessoas querem policiais nas ruas pois, com isso, se sentem mais seguras e, no nosso governo, os policiais terão toda estrutura para desenvolver seu trabalho.

Graças a pessoas como Bruna que, efetivamente desenvolve seu espírito de cidadania, cobrando, desde cedo, medidas dos governos para ter tranquilidade e uma vida melhor é que nos dão mais coragem para nos aprofundar em tão delicado assunto, como o da segurança pública. O papel de cumprir essas demandas é nosso, do gestor público e vamos cumpri-lo.

Coronel Malucelli é candidato a vice de Cida Borghetti

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.