Senadores entram com notícia-crime contra presidente Bolsonaro no STF

Pedro Ribeiro

Senadores apresentam notícia-crime contra Bolsonaro no STF

 

Começa a apertar o cerca no Palácio do Planalto. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) protocolou nesta segunda-feira (28) notícia-crime, assinada por outros senadores, por prevaricação contra o presidente Jair Bolsonaro em função das denúncias de corrupção nos contratos para compra da Covaxin.

“Protocolei notícia-crime no Supremo Tribunal Federal por conta da grave denúncia envolvendo o presidente da República de que não tomou nenhuma providência após ter sido noticiado da existência de um gigantesco esquema de corrupção no Ministério da Saúde. A prevaricação é crime e é por isso que compreendemos a necessidade do Supremo e da Procuradoria Geral da República instaurarem um procedimento de investigação”, justificou o senador.

Prevaricar é atrasar ou deixar de cumprir as suas obrigações por interesses pessoais, disse Randolfe Rodrigues, informando que, para a notícia-crime ter seguimento, ela precisa ser admitida pelo STF, que intima o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, que precisa se manifestar sobre denúncia.

No pedido, o senador também pede a intimação do presidente Bolsonaro para responder em 48 horas se foi se foi comunicado das denúncias e intimação para que Polícia Federal informe sobre abertura de inquérito.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="772527" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]