Servidores farão “um dia de greve” em dois de dezembro

Pedro Ribeiro


 

O que prevíamos, aconteceu. A audiência pública para discutir a reforma da Previdência do Estado, que seria realizada hoje, na Assembleia Legislativa, foi cancelada. E justamente em função também de uma possível invasão de sindicalistas na casa. Em razão disso, a APP Sindicato promove assembléia para discutir a questão.

Já está marcado para dia dois de dezembro ‘um dia de greve’, com manifestações em frente à Assembleia Legislativa. A decisão foi tomada no sábado e a intenção é realizar um ato contra o governador do Estado, Ratinho Junior.

APOSENTADORIAS

“A nossa assembleia aprovou a greve, superando as dificuldades de calendário. Esta é uma resposta para o governo Ratinho Júnior, que não dialoga com a categoria e ainda encaminha uma PEC que acaba com nossas aposentadorias. É uma resposta também aos desmandos da Secretaria de Estado da Educação (Seed) e sua desorganização no processo de matrículas do ensino médio noturno, às condições de trabalho, as ameaças de piorar a distribuição de aula e também o ataque aos PSSs”, disse o presidente da APP Sindicato, professor Hermes Leão.

Os sindicalistas aprovaram  também uma vigília dos aposentados no dia 2 de dezembro, em frente a Catedral de Curitiba . “Essa vigília tem o papel de denunciar para a sociedade o ataque violento, a redução dos salários, cuja a média já são os mais baixos do serviço público, que são dos(as) servidores(as) aposentados(as)”, destaca Professor Hermes Leão.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal