Supremo e Tribunal Eleitoral reagem e mandam investigar Bolsonaro

Pedro Ribeiro

Bolsonaro diz a aliados que vai vetar projeto que cria federação partidária

A estratégia do presidente Jair Bolsonaro de insuflar seus apoiadores para o voto impresso em meio às ameaças de, caso contrário, não teremos eleições, levaram o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Superior Tribunal Eleitoral (STE) a reagirem com firmeza, o que resultou em pedido de investigação.

Bolsonaro também será investigado pela Polícia Federal por acusação de interferência política na Polícia Federal, além de suspeita de prevaricação diante de denúncias de corrupção na compra de vacinas.

As reações dos presidentes do Supremo, Luiz Fux, e do TSE, Luiz Roberto Barroso, aconteceram nesta segunda-feira e ambos defendem as instituições democráticas. Os ministros dos dois tribunais entendem que o presidente, ao afirmar que se não houverem eleições impressas , elas não seriam realizadas, é um atentado à democracia.

O TSE abriu inquérito administrativo contra Bolsonaro por ameaças seguidas à realização das eleições e pediu ao Supremo a inclusão dele no inquérito das fake news. Como prova, o TSE anexou o link com o presidente no cercadinho esbravejando contra a urna eletrônica.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="780474" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]