TCE ajuda com investigação sobre fraudes em licitações e abre exposição dos 74 anos

Pedro Ribeiro


Depois da parceria com o Governo Federal para a transferência de tecnologia na fiscalização de obras via satélite, o Tribunal de Contas do Paraná participa agora de operação policial desencadeada pela Polícia Civil de São José dos Pinhais..

A Operação Ruptura objetiva verificar possíveis fraudes em licitações e adulterações de produtos, como álcool em gel, praticadas pelos suspeitos. Com relatórios técnicos repassados pelo TCE-PR, os policiais apuraram que as três empresas investigadas fraudaram procedimentos licitatórios municipais para a aquisição de testes voltados ao diagnóstico de câncer de próstata – produtos para os quais as firmas não possuem autorização de comercialização.

Também com base em dados fornecidos pelo Tribunal de Contas, foi possível averiguar que ao menos uma das empresas participa de licitações desde 2013, sempre nas mesmas prefeituras e autarquias públicas. Agora, esses certames deverão ser investigados individualmente, em inquéritos a parte.

 

Exposição histórica sobre os 74 anos do TCE-PR pode ser visitada até sexta-feira

A exposição multimídia que mescla a trajetória do Tribunal de Contas do Estado do Paraná com fatos históricos do Brasil e do mundo nas últimas sete décadas poderá ser visitada nesta quinta (24) e sexta-feira (25). Para garantir o distanciamento necessário à prevenção da Covid-19, o evento, realizado no estacionamento do TCE-PR, ocorre na modalidade drive-in, foi distribuído em três noites – 23, 24 e 25 de junho – e com horário estendido, das 18h30 às 22 horas. Todas essas medidas buscam evitar aglomerações.

A exposição resume o trabalho do TCE-PR ao longo dos últimos 74 anos para a transparência da gestão e a correta aplicação do dinheiro público. “O objetivo é mostrar aos paranaenses o trabalho do Tribunal de Contas e sua importância na vida do cidadão” afirma o presidente da Corte, conselheiro Fabio Camargo. “Quando uma instituição pública faz aniversário quem celebra é a sociedade: porque se ela cumpre seu papel com eficiência, quem ganha somos todos nós”, completa.

Além de mostrar seu trabalho, a iniciativa do TCE-PR contribui para amenizar a carência de eventos culturais gratuitos nesse difícil período de pandemia.

Todo o custo está sendo bancado por patrocinadores e apoiadores: Sanepar, Copel, Associação Beneficente e Recreativa do Tribunal de Contas (ABRTC), Sindicato dos Servidores do TCE-PR (Sindicontas), Unimed, Erasto Gartner, Audi Center, KRS Seguros, Banco Alfa, Clube Elas e Mercado das Pulgas.

Atrações

A exposição comemorativa apresenta fatos históricos ocorridos desde a fundação do TCE-PR, em 2 de junho de 1947. As atrações estão distribuídas em um circuito de 300 metros, a ser percorrido durante aproximadamente cinco minutos. Durante o trajeto, os visitantes não podem sair dos veículos.
Em seus veículos, eles entram em um total de sete tendas de 3×3 metros. Em cada uma delas é contada, em som e imagens, a história de uma década de existência do Tribunal. Uma tenda de 10×10 metros e um painel de LED de 9×3 metros completam o ambiente.
Elementos – como carros antigos, mobiliário e objetos, registro de fatos e fotos históricas – também compõem o cenário. Atores em trajes de época recepcionam os visitantes no pórtico de acesso à exposição e nas tendas temáticas. A comemoração dos 74 anos do Tribunal, além de nostálgica, tem um cunho solidário, com arrecadação de alimentos não perecíveis e agasalhos para doação. Os produtos são coletados no início do percurso.

Serviço
Evento: Exposição comemorativa aos 74 anos do TCE-PR
Datas 23, 24 e 25 de junho
Horário: 18h30 às 22h
Local: Estacionamento do TCE-PR (Praça Nossa Senhora de Salette, s/n, Centro Cívico). Entrada pela Rua Conselheiro Raul Viana.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="771807" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]