Tribunal de Contas ameaça endurecer contra governo em relação ao pedágio

Pedro Ribeiro

TCE-PR entrega ao TRE lista com mais de 1,4 mil agentes públicos com contas reprovadas

O governador Ratinho Junior, com a abertura das cancelas do pedágio no dia 28, quando termina o contrato com as concessionárias, poderá estar fazendo uma boa ação junto aos usuários, que não pagarão tarifas, mas, também, absorvendo um problema com o Tribunal de Contas do Estado que fiscaliza a gestão do Executivo.

Conselheiros membros da corte de contas não ficaram satisfeitos com o relatório do próprio Tribunal de Contas em relação às  ações que o Governo do Estado deverá fazer frente à responsabilidade por assumir as obras de manutenção das rodovias, assistências aos usuários e principalmente apoio em caso de acidentes.

Diante disso, o próprio Tribunal de Contas deve reabrir, na sessão do Pleno desta quarta-feira (24), o debate sobre o fim do pedágio. O assunto marcou a última sessão, com a aprovação de recomendações diversas ao governo estadual, que não foram consideradas suficientes por parte de alguns integrantes da Corte.

O pedágio acaba no fim da próxima semana e tem conselheiro muito preocupado com o fim da segurança nas rodovias exatamente no período de maior movimento nas estradas.

A retomada do assunto promete agitar a próxima quarta. Salve-se quem puder.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="805074" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]