Tropa de choque do PT (MST) ameaça tocar terror em Brasília pelo registro da candidatura de Lula

Pedro Ribeiro

Reforma Agrária

 

Em Brasília, o Congresso Nacional, o Superior Tribunal Federal e o Palácio do Planalto estão em estado de alerta. Segundo o jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder, informações de inteligência sobre os “mortadelas” recrutados pelo MST para a marcha a Brasília, esta semana, deixou a área de segurança em estado de alerta.

O temor é que os “manifestantes” cheguem à capital dispostos a “tocar o terror”, promovendo as agressões, as invasões e as depredações de protestos que ocorreram após o PT perder o poder. Os organizadores, por enquanto, “cumprem os compromissos” com as autoridades.

O temor é que, como sempre, “percam o controle”. O MST divulgou que a meta é reunir cinco mil pessoas em frente ao TSE, em Brasília, para o pedido de registro da candidatura de Lula.

A marcha promovida pelo MST deve atrair a adesão de sindicalistas ligados em PT, que alugaram ônibus com destino a Brasília. A marcha promovida pelo MST deve atrair a adesão de sindicalistas ligados em PT, que alugaram ônibus com destino a Brasília.

A PM do DF empregará 2 mil homens na segurança, nesta quinta. PM, DER e Detran disseram estar “acompanhando” os acampamentos.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="544809" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]