Um prazer doentio do governo federal

Pedro Ribeiro


Por Alceo Rizzi

Governo não se cansa de se envolver em estúpidas polêmicas apenas para sublimar a mente e a alma perversamente atormentadas e doentias da presidência com seu negacionismo criminoso à Ciências. E tem ministros vergonhosamente sabujos que se prestam a este papel.

Gastam tempo, energia e a paciência do País, como agora, ao informar que vai recorrer da decisão do STF que revoga portaria do governo que impedia empresas de demitir quem se recusar a tomar vacina contra a Covid.

É o caso desse Ministro do Trabalho e sósia em fisionomia mais parva de Benito Mussolini, como se a vacinação não fosse a causa da redução de mortes e internações que tanto o governo provocou antes por sua incúria criminosa ao menosprezar a imunização. Eles, que em farsa utilizavam o preceito constitucional do direito de ir e vir e cometiam crimes sanitários, ao estimular aglomerações, agora ignoram o direito de empresas terem a liberdade e o dever de agirem em defesa da vida de seus funcionários ou clientes, excluindo os estúpidos que recusam a vacina e que casualmente estão fora do governo.

Deve haver alguma mórbida, perversa e criminosa sensação de prazer doentio que satisfaz essa gente.

 

Alceo Rizzi é jornalista e escritor e colaborador do Paraná Portal

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="803336" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]