Uma esperança para os idiotas

Redação


Alceo Rizzi

CPI da Covid do Senado a caminho de deixar explicitado que o pouco caso no combate à pandemia foi estúpida e criminosa estratégia para se atingir a imunidade de rebanho, e o presidente ressurge com nova ofensa aos brasileiros apavorados com o vírus fora de controle. Chama de idiotas os que podem ficar em casa, sabota novamente esforços de seu Ministro da Saúde nas recomendações para seguir os protocolos sanitários, desdenha as mais de 430 mil mortes, promove aglomerações com atos de apoio a seus delírios. E não diz uma palavra sequer sobre a falta de vacinas e de insumos necessários para produzi-las, retidos pela China após suas agressões doentias e inconsequentes. Facilita, comprova e vai dando atestado público de crime que cometeu, previsto na Constituição do País, de negligenciar a saúde da população e de promover epidemias e morticínio. Com a doentia, arrogante e orgulhosa ignorância, contribui para que a CPI tenha o desfecho que o País espera, de interdita-lo, com camisa-de-força, se necessário. Se não acontecer, é porque ele pode ter certa razão na ofensa que comete.

 

Alceo Rizzi é jornalista

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="764735" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]