Vergonha. STF tenta furar fila das vacinas

Pedro Ribeiro

stf, delações premiadas, operação publicano

Alceo Rizzi

Supremo Tribunal Federal, numa espécie de rufianismo cívico tenta furar a fila das vacinas e envia ofício à Fiocruz “consultando” sobre a possibilidade de receber com prioridade antecipada 7 mil doses de vacina contra a Covid para seus privilegiados funcionários e para o Conselho Nacional de Justiça. Perdeu de vez toda a vergonha e com a mais cínica e repulsiva desfaçatez ainda se justifca no ofício que a estaria assim contribuindo com o País no esforço de imunização. É o escárnio absoluto, exemplo de degradação moral a que chega uma instituição em um país cartorial e de castas parasitárias do Estado, neste caso ainda mais emblemático por se tratar de quem está constituído para garantir a aplicação da Justiça e do respeito à Constituição. Sem privilegios, sem oportunismos, sem defesa ou leniência com práticas criminosas, como agora está dando o exemplo usando ainda de deboche com o argumento de estar contribuindo com a imunização. O que esperar da Justiça do País quando sem qualquer constrangimento a Suprema Corte produz descarados exemplos com este? Causa revolta e asco!!

Alceo Rizzi é jornalista

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="735687" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]