Vianna prega diálogo e compreensão na relação setor elétrico e meio ambiente

Pedro Ribeiro


Em Foz do Iguaçu, durante a abertura do seminário O futuro da Relação meio ambiente e setor elétrico, o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, observou que, com maior diálogo e compreensão, é possível estabelecer novos padrões na relação entre o setor elétrico geração e o meio ambiente. Do contrário, o prejuízo para o País é certo. “Se tivéssemos harmonia, usinas como Santo Antônio, Jirau e Belo Monte não teriam sacrificado o seu reservatório, sacrificado a acumulação [de água], em prol do licenciamento”, exemplificou. Vianna defendeu que a usina de Itaipu, de propriedade do Brasil e do Paraguai, mostra que esse diálogo é possível. “O Rio Paraná é um rio que não separa, mas que une os dois países. Nós só conseguimos ter hoje essa participação, abastecendo 17% da energia consumida no Brasil e 76% do Paraguai, porque temos harmonia, temos uma convivência pacífica.”pedro.ribeiro

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal