Volume de empregos continua em alta no Paraná

Pelos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, a geração de empregos no Paraná segue ritmo ativo, apesar da pandemia

Pedro Ribeiro - 31 de janeiro de 2022, 18:38

Divulgação/Alep
Divulgação/Alep

Pelos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, a geração de empregos no Paraná segue ritmo ativo, apesar da pandemia. Em dois anos, o volume de empregos abertos no Paraná passa de 220 mil, o que “demonstra a vitalidade da nossa economia e reflete o esforço que o governo do Estado fez para que a economia seguisse ativa”, avalia o deputado Luiz Cláudio Romanelli.


Os dados do Caged revelam que o Paraná teve o melhor resultado da região Sul e ficou em quarto lugar no ranking nacional, com 6,3% do total de vagas criadas no País. O Estado ficou na frente de Santa Catarina (167.854) e Rio Grande do Sul (140.281) e atrás apenas de São Paulo (814.035), Minas Gerais (305.182) e Rio de Janeiro (178.098).

Para Romanelli, o mercado de trabalho paranaense segue aquecido. Ele cita como exemplo o número de vagas abertas nas Agências do Trabalhador neste início de semana. São 11.545 oportunidades de emprego com carteira assinada. “Há vagas em todas as regiões e para os mais diversos níveis de qualificação profissional”, destaca.