Consulado do Paraguai vai ajudar nas investigações de tráfico de crianças em Cascavel

Jordana Martinez


William Bittar/CBNCuritiba

O Cônsul do Paraguai em Foz do Iguaçu, Jorge Antonio Coscia, que vai auxiliar as autoridades brasileiras nas investigações, disse que um sistema de segurança do Paraguai pode ajudar na identificação das crianças encontradas na casa de Maria Paraguaia.

Segundo o cônsul, desde o início do ano, quatro casos envolvendo o desaparecimento de crianças paraguaias foram resolvidos. O menino de aproximadamente um ano, a menina de nove e a adolescente que estavam na casa de Maria Paraguaia foram encaminhadas à Polícia Federal.

Tudo começou quando Maria Conceição Queiroz, conhecida como Maria Paraguaia, acionou a Polícia Civil informando que tinha encontrado uma criança na frente de sua casa, no bairro Cascavel Velho.

Após as investigações, os policiais descobriram que, na verdade, a mulher é suspeita de participar de uma rede de tráfico internacional de crianças e após dar depoimento à Polícia Federal foi presa em flagrante.

A audiência de custódia de Maria Paraguaia, que seria realizada na tarde desta quarta-feira (26) precisou ser adiada por um problema no sistema da Polícia Federal. Ela segue detida na 15ª Subdivisão Policial de Cascavel e após a nova audiência de custódia deve ser transferida para uma penitenciária.

 

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.